Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Treinamento do SEI será realizado em todas unidades do IFTO

Notícias

Treinamento do SEI será realizado em todas unidades do IFTO

Com o objetivo de aderir à infraestrutura pública de processo administrativo eletrônico, o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) implantará o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), a partir do dia 2 de janeiro de 2017, desta forma, a criação, a tramitação e a formalização dos documentos serão feitas pelo sistema.
por Coordenação de Comunicação e Eventos publicado: 09/11/2016 00h00 última modificação: 09/11/2016 15h58

Com o objetivo de aderir à infraestrutura pública de processo administrativo eletrônico, o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) implantará o Sistema Eletrônico de Informações (SEI), a partir do dia 2 de janeiro de 2017, desta forma, a criação, a tramitação e a formalização dos documentos serão feitas pelo sistema.

Para iniciar a adesão, a partir do dia 16 de novembro, a comissão responsável pela análise e implantação do SEI no IFTO, realizará treinamentos em todas as unidades. A capacitação começará na Reitoria, em seguida, será a vez do Campus Dianópolis, entre os dias 17 e 18. Logo após, no dia 25, o treinamento será realizado no Campus Avançado Lagoa da Confusão.

No dia 29 de novembro, o treinamento acontecerá no Campus Avançado Formoso do Araguaia e no dia 30, no Campus Gurupi. Já a capacitação no Campus Palmas, acontecerá nos dias 2 e 5 de dezembro. No dia 6, será a vez do Campus Paraíso do Tocantins e no dia 9, do Campus Porto Nacional. Nos dias 12 e 13, o treinamento acontecerá no Campus Araguatins, no dia 14 será realizado no Campus Araguaína e no dia 15 no Campus Colinas do Tocantins. E por fim, no dia 16, será a vez do Campus Avançado Pedro Afonso.

Os servidores interessados em participar do treinamento devem ficar atentos, pois em breve, a comissão divulgará os procedimentos para inscrição. Até o treinamento, o interessado pode conferir as videoaulas e o Manual do SEI.

Vale lembrar que o SEI foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4).